Mensagens Esboços de Pregações

A SABEDORIA DAS COISAS PEQUENAS
Pv 30:24-28

Por A/D na categoria Doutrina, 5 anos, 3 meses atrás

Resumo

“Estas quatro coisas são das menores da terra, porém bem providas de sabedoria: As formigas não são um povo forte; todavia no verão preparam a sua comida; os coelhos são um povo débil; e  contudo, põem a sua casa na rocha; os gafanhotos não têm rei; e contudo todos saem, e em bandos se repartem; A aranha se pendura com as mãos, e está nos palácios dos reis.” Pv 30:24-28

A sabedoria de Deus é algo que o mundo não entende e, por isso, muitas vezes despreza. O mundo gosta de aparências, daquilo que chama atenção. Mas o Senhor é diferente, pois se revela através daquilo que é sem aparência.

AS FORMIGAS

  • Exemplo de trabalho; incansáveis; são o oposto dos preguiçosos.

“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador, prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento.” Provérbios 6:6-8


  • Estão sempre em atividade, sempre ajudando umas às outras. (TRABALHAR, AJUDANDO OS DEMAIS MEMBROS)
  • Quando trabalham, não perdem tempo com outras coisas. (HÁ UMA OBRA A REALIZAR)
  • Sempre se mantêm no caminho. (SEGUIR A JESUS)
  • No verão, preparam seu alimento, para que no inverno não sofram necessidade. (VERÃO=MOMENTO DE FARTURA, INVERNO=MOMENTO DE ESCASSEZ)


OS COELHOS

  • Frágeis, sem defesas naturais; porém, fazem suas casas na rocha. (HABITAR NA ROCHA)
  • São extremamente prudentes, sempre alertas aos possíveis perigos ao redor. (PRUDÊNCIA)
  • Nos momentos de perigo, correm para o seu abrigo na rocha, onde se refugiam do perigo. (REFÚGIO)


OS GAFANHOTOS

  • Pequenos animais que se deslocam em bandos.
  • Sobrevivem porque vivem em grupo, pois individualmente são extremamente frágeis e vulneráveis aos perigos. (CORPO)
  • Se deslocam sempre na mesma direção, mesmo sem ter um líder visível à sua frente. (DIREÇÃO DO E.S.)
  • Quando voam, parecem uma nuvem bem definida, e todos buscam um objetivo comum, vivendo em união. (COMUNHÃO)


AS ARANHAS

  • São tão indefesas que até mesmo uma criança as apanha com a mão; porém, moram no palácio do REI. (FRÁGEIS, MAS ESTÃO SEMPRE NA PRESENÇA DO REI)
  • Quando constroem suas teias, partem de um único fio (COMUNHÃO), e através dele realizam uma obra que irá sustentá-las no palácio do REI.
  • Ali elas ouvem os segredos e tomam conhecimento de todas as orientações que partem do trono real. (NA PRESENÇA DO REI HÁ CONSELHO)

Os ensinamentos que Deus nos traz através destas pequenas criaturas são:

  • Formigas: Trabalho, diligência, previdência em realizar a Obra.
  • Coelhos: Confiança no Senhor, prudência nas ações.
  • Gafanhotos: Sentido de corpo, direção do Espírito Santo.
  • Aranhas: Permanência na presença do Senhor, intimidade e comunhão na realização da Obra.