1 SENHOR, EU TE louvarei de todo o meu coração! Anunciarei ao mundo as tuas obras maravilhosas.

2 Tu serás a minha alegria e o meu grande prazer. Cantarei louvores ao teu nome, ó Grande Deus!

3 Porque diante da tua presença os meus inimigos voltam às costas e fogem aos tropeções.

4 Tu defendes minha justa causa e os meus direitos. Como juiz, Tu Te assentas no trono e me fazes justiça.

5 Tu corriges os erros das nações e castigas com a morte o pecador desobediente, riscando seu nome da memória da humanidade.

6 Meus inimigos, fiquem sabendo que já estão derrotados, destruídos por completo, esquecidos pelo resto das nações! Suas cidades ficarão em ruínas para sempre!

7 Mas o Senhor, Ele viverá para sempre. Ele está assentado em seu trono eterno, o trono que preparou para o julgamento.

8 Julga o mundo com justiça e dirige a vida das nações com perfeição.

9 No Senhor podem encontrar alívio todos os que passam por perseguições e sofrimentos. Ele é um abrigo seguro nas horas de dificuldade!

10 Por isso, Senhor, quem Te conhece confia em Ti porque não abandonas quem Te procura sinceramente.

11 Cantem, cantem todos os povos para louvar ao Senhor que vive em Sião, na cidade de Jerusalém. Anunciem aos outros povos tudo que Ele fez!

12 Aquele que cobra o preço dos pecados cometidos, ouve com atenção os pedidos dos humildes e dos aflitos.

13 Agora, Senhor, tem misericórdia de mim! Vê os grandes sofrimentos pelos quais estou passando, por causa dos que me odeiam. Por favor, Senhor, livra-me das garras da morte.

14 Salva-me e assim Te louvarei publicamente, nos portões de Jerusalém; assim sentirei profunda alegria porque Tu me livraste.

15 Os povos acabam caindo nas armadilhas que preparam uns para os outros. Acabam sendo presos no laço que esconderam para outros serem presos.

16 O Senhor Se revela ao mundo pela maneira com que castiga o homem perverso, através de suas próprias maldades.

17 Os perversos serão lançados para dentro do reino dos mortos; para lá também irão. todas as nações que deixam Deus de lado.

18 Deus não deixará o pobre passar necessidade para sempre. Quem está passando por dificuldades mas confia no Senhor, não esperará em vão.

19 Ó Senhor! Levanta-Te e julga as nações! Não deixe que elas o vençam!

20 Faze os povos sentirem medo e respeito por Ti; dá às nações o castigo que elas merecem, até aprenderem que não passam de simples mortais!

Comentários

Nenhum comentário enviado.