1 Ó DEUS, NÃO fiques aí parado e calado, enquanto nós fazemos nossas orações!

2 Os Teus inimigos se agitam; os que Te odeiam se reúnem, cheios de orgulho!

3 Fazem planos inteligentes para destruir o teu povo; preparam projetos para acabar com a tua nação escolhida.

4 Eles dizem: "Vamos riscar Israel do mapa; vamos apagar esse povo da memória dos homens! "

5 Eles todos concordam quanto aos planos de guerra, e fazem um tratado de cooperação contra Ti –

6 os edomitas ismaelitas e os moabitas e hagarenos,

7 os soldados de Gebal, Amom e Amaleque, os filisteus e o exército de Tiro

8 além disso, a Assíria se uniu aos povos que começaram com a família de LÓ, para ajudar os teus inimigos.

9 Destrói essa gente como destruíste os midianitas, como destruíste os exércitos de Sísera e Jabim no riacho de Quisom,

10 como derrotaste os teus inimigos em Endor, onde os corpos dos soldados mortos serviram de adubo para a terra.

11 Faze aos seus generais o mesmo que fizeste a Orebe e Zeebe; destrói os capitães do inimigo como destruíste Zebá e Zalmuna,

12 que tentaram conquistar as cidades do Senhor.

13 Ó meu Deus, sopra esses inimigos para longe, como folhas levadas por um pé de vento, como palha carregada por uma ventania.

14 Persegue os inimigos com as tuas tempestades, com os teus furacões, com o fogo que destrói uma floresta e se espalha pelas montanhas.

15 Verso contido no anterior

16 Derrota essa gente completamente! Deixa os teus inimigos envergonhados, para que eles procurem Te conhecer e adorar.

17 Quando eles forem destruídos e ficarem confusos, desorientados e envergonhados,

18 aprenderão que só Tu, Senhor, és o Grande Deus que domina toda a terra.

Comentários

Nenhum comentário enviado.