1 SALVA-ME Ó DEUS! As águas subiram muito e estou quase me afogando.

2 Meus pés afundam cada vez mais na lama; não consigo me firmar em pé; rios profundos ameaçam me cobrir completamente.

3 Já estou cansado de gritar pedindo ajuda, minha garganta está seca; meus olhos já estão fracos de tanto chorar, esperando o meu Deus entrar em ação.

4 Muita gente me odeia sem qualquer motivo; tenho tantos inimigos que é impossível contar, gente poderosa que tenta me matar à traição. Eles me obrigam a pagar por crimes que não cometi.

5 Ó Deus, Tu conheces muito bem as minhas culpas; sabes que sou um perfeito tolo.

6 Ó Senhor, Deus do Universo, não permitas que outras pessoas que confiam em Ti percam a esperança e a fé por minha causa. Não deixes que elas sejam envergonhadas, ó Deus de Israel!

7 Pois venho passando por todos esses sofrimentos, sofrendo as maiores vergonhas por amor a Ti.

8 Até meus irmãos se afastam de mim e fingem não me conhecer!

9 O grande interesse que tenho por Ti e pela tua casa arde como uma fogueira dentro de mim. Por isso, teus inimigos me atacam como fazem contigo, com ofensas e mentiras.

10 Enquanto eu jejuava e chorava diante de Ti, eles zombavam e riam de mim!

11 Quando me vesti de pano grosso de saco, mostrando tristeza e humilhação todos começaram a rir e zombar de mim.

12 Nas rodinhas de amigos, por toda a cidade sou o assunto do dia; até os bêbados fazem cantigas zombando de mim!

13 Mas, apesar de tudo isso, continuarei orando a Ti, Senhor. Eu sei que a hora feliz da tua resposta se aproxima. Ó Deus, responde a minha oração, pelo teu grande amor e pela tua fidelidade como Salvador!

14 Tira-me desse atoleiro; não me deixes afundar na lama. Salva-me dos meus inimigos e das águas profundas!

15 Não deixes que este rio profundo me carregue, não me deixes afundar! Não deixes que se feche a boca do poço onde fui jogado!

16 Ó Senhor, responde-me! O teu amor cuidadoso e fiel é bom demais para mim. Olha para os meus problemas e ajuda-me, conforme a tua rica misericórdia.

17 Não Te escondas deste teu servo! Vê como estou cercado de problemas e responde-me depressa.

18 Ó Senhor, chega bem perto de mim e seja meu Salvador! Salva a minha vida dos meus inimigos!

19 Tu bem sabes como eles me ofendem, sabes a vergonha que passo por causa deles. Tu conheces todos os meus inimigos!

20 O desprezo dessa gente cortou o meu coração e eu perdi a vontade de viver; Esperei que algum deles tivesse pena de mim, mas foi em vão. Ninguém, ninguém veio me consolar!

21 Quando eu estava com fome, eles me deram veneno para comer; quando eu estava morto de sede, eles me deram vinagre.

22 Suas alegrias hão de se transformar em desgraça; a sua tranqüilidade acabará em sofrimento.

23 A luz de seus olhos se transformará em trevas; viverão fracos para sempre.

24 Lança sobre eles a tua ira; queima essa gente com o fogo do teu furor!

25 Faze com que as suas casas fiquem abandonadas e desertas!

26 Eles procuram destruir as pessoas castigadas por Ti e aumentam os sofrimentos de quem Tu feriste.

27 Ajunta um a um os pecados deles, e não lhes dês o teu perdão!

28 Risca essas pessoas do livro dos vivos; não deixes que elas permaneçam para sempre ao lado dos justos.

29 Senhor, vê como estou desesperado e triste! Vem socorrer-me e colocar-me em lugar seguro.

30 Então cantarei louvores a Ti, ó Deus. Darei glórias a Deus com cânticos de gratidão!

31 Isso vale mais para o Senhor do que o sacrifício de um touro ou de um boi.

32 Os fracos e humildes verão isso e ficarão muito alegres. Quem procura viver junto ao Senhor tem sempre uma esperança nova no coração.

33 O Senhor sempre responde a quem precisa dele e nunca despreza quem está dominado pela dor;

34 Dêem glória a Deus, céus e terra! Louvem a Deus os mares e tudo que vive neles.

35 Pois Deus salvará Jerusalém e reconstruirá as cidades de Judá. Lá os israelitas viverão em paz e serão donos de sua terra para sempre.

36 As famílias dos servos de Deus ganharão as cidades de Judá como herança; nela viverão os que amam o Senhor.

Comentários

Nenhum comentário enviado.