1 ESCUTA-ME Ó DEUS, quando eu Te contar os meus problemas! Protege a minha vida dos planos maus de meus inimigos.

2 Esconde-me desses malfeitores e criminosos.

3 Suas línguas são afiadas como espadas. Eles atiram contra mim palavras agudas como flechas.

4 Querem me destruir à traição; atacam o justo de repente, e não têm medo de ser castigados.

5 Eles se animam para fazer coisas erradas. Fazem reuniões: secretas para traçar seus planos malvados, pensando: "Aqui ninguém nos achará! "

6 Procuram oportunidades e maneiras de fazer o mal. Passam longas horas planejando e descobrindo maldades no fundo de seus corações.

7 Mas Deus mesmo derrubará essa gente com suas flechas. De repente eles cairão por terra, mortalmente feridos.

8 Tropeçarão e cairão; seus planos virarão contra eles. Todos se afastarão deles, vendo o seu fim.

9 Quando isso acontecer, todos respeitarão a Deus e reconhecerão como Ele é grande e poderoso; entenderão e contarão uns aos outros os seus milagres.

10 Os justos se alegrarão por causa do Senhor, e confiarão ainda mais nEle. Quem anda pelos retos caminhos de Deus vibrará de alegria.

Comentários

Nenhum comentário enviado.