1 Ó SENHOR, NÃO me castigues enquanto estás irado!

2 As tuas flechas se cravaram profundamente no meu corpo; todo o peso da tua mão caiu sobre mim.

3 Por causa da tua ira, todo o meu corpo está doente; o meu pecado destruiu minha saúde.

4 Estou quase me afogando no mar de meus pecados; eles são tão pesados que já não posso suportar.

5 As minhas feridas ficam inflamadas e cheias de pus, por causa do meu louco pecado.

6 Já estou andando curvado e abatido o dia inteiro, como se estivesse de luto.

7 As minhas costelas ardem como fogo, meu corpo inteiro está doente.

8 Estou muito cansado, estou desesperado; vivo gemendo porque meu coração está cheio de medo.

9 Senhor, Tu conheces muito bem o meu desejo; sabes como estou ansioso para recuperar a saúde.

10 Meu coração bate depressa demais, minha força é pequena; além de tudo isso, estou ficando cego.

11 Meus amigos, parentes e conhecidos se afastam de mim, com medo da minha doença.

12 Enquanto isso, meus inimigos fazem planos para me matar. Andam espalhando mentiras a meu respeito e passam dias inteiros imaginando meios de me destruir.

13 De minha parte, eu me faço de surdo a essas ameaças. Também não respondo uma palavra; fico como mudo,

14 Verso incluido no anterior

15 pois confio em Ti, Senhor. Tu me protegerás, Senhor meu Deus!

16 Tu me protegerás para que meus inimigos não se alegrem quando eu cair, nem me ataquem, quando eu estiver fraco.

17 Estou quase caindo e isso acontece a toda hora. Carrego essa tristeza comigo dia e noite.

18 Confesso meus pecados, fico muito triste por causa deles,

19 mas os meus inimigos são fortes; é grande o número de Pessoas que me odeiam sem razão.

20 Eles me pagam o bem com o mal, porque eu tomo o partido dos justos e bons.

21 Ó Senhor, não me abandones! Não fiques longe de mim, meu Deus!

22 Meu Salvador, vem depressa me socorrer!

Comentários

Nenhum comentário enviado.