1 SENHOR, LUTA CONTRA os meus inimigos. Combate os que estão me atacando.

2 Veste as roupas de guerra, toma o teu escudo, levanta e vem me ajudar!

3 Levanta a tua lança! Não deixes os meus inimigos se aproximarem de mim. Fala à minha alma: "Eu te salvarei! "

4 Desmoraliza essa gente que procura me matar! Obriga meus inimigos a voltarem atrás em seus planos, a sofrerem vergonha diante de todos.

5 Que eles sejam como a palha soprada para longe pelo vento - soprados pelo Anjo do Senhor.

6 Torna o caminho escuro e perigoso para eles; sejam eles perseguidos pelo Anjo do Senhor.

7 Porque sem razão alguma fizeram planos maus para me destruir, cavaram uma armadilha no caminho por onde eu ia passar.

8 Traze sobre eles, de repente, a destruição. Que eles caiam na própria armadilha que fizeram para mim e sejam destruídos.

9 Então a minha alma ficará cheia de alegria, por causa do Senhor. Ficarei muito feliz porque Ele me salvou!

10 Do intimo do meu ser, louvarei a Deus dizendo: Senhor, não há ninguém semelhante a Ti! Tu livras o fraco dos inimigos fortes demais para ele! Livras o pobre e o necessitado dos seus exploradores!

11 Meus inimigos estão usando falsas testemunhas, para me acusar de coisas que nem conheço!

12 Estão pagando com o mal o bem que lhes fiz, e isso me deixa sem vontade de viver.

13 E pensar que quando eles estavam fracos e doentes, eu vesti roupas de luto, deixei de comer de tanta tristeza e orei, curvado, por eles.

14 Para mim, era como se minha mãe ou meu irmão ou um grande amigo estivessem às portas da morte; andei curvado de tristeza, vestido de roupas de luto.

15 No entanto, quando chegou a minha vez de passar por dificuldades, eles ficaram contentes e se reuniram para planejar a minha destruição. Gente da pior espécie, que eu nem conhecia, se reuniu para falar mentiras a meu respeito.

16 Para agradar meus inimigos, essas pessoas fizerem ameaças e zombaram de mim. Que maldade!

17 Senhor, até quando Tu vais assistir a tudo isso sem tomar providência alguma? Eu só tenho uma vida; por favor, salve-me da violência dessa gente!

18 Assim eu Te louvarei com gratidão diante de todo o povo, da grande multidão reunida perante Ti.

19 Não me deixes ser destruído por essa gente traiçoeira; não deixes que quem me odeia sem motivo se alegre com isso.

20 Eles não sabem falar de paz; toda a sua conversa se resume em fazer planos de traição contra quem vive em paz.

21 Gritando, eles me acusam de ter feito o mal. Dizem: "Ah! Pegamos! Vimos com nossos próprios olhos quando ele fazia o mal!

22 Mas Tu, Senhor, viste tudo e conheces as mentiras deles. Não fiques calado, não me deixes sozinho!

23 Levanta-Te, meu Senhor e meu Deus, defende-me e faz-me justiça.

24 Declara-me inocente, conforme a tua justiça. Não deixes que meus inimigos me condenem e se alegrem com a minha destruição.

25 Que eles não tenham o prazer de dizer: "Finalmente nosso desejo de destruir esse homem vai se cumprir! Agora vamos acabar com ele! "

26 Destrói a fama dessa gente; faze com que eles fiquem envergonhados diante de todo o povo, pois eles se alegraram com o meu sofrimento e procuraram me destruir quando eu estava fraco.

27 Enche de grande alegria quem deseja o meu bem. Que eles possam sempre dizer: "Glória ao Senhor, porque Ele tem prazer em ajudar o seu servo! "

28 Então eu cantarei o dia inteiro, louvando a tua justiça, e meditando sobre ela.

Comentários

Nenhum comentário enviado.