1 Ó SENHOR, OUVE os meus pedidos de ajuda! Não tapes os teus ouvidos à minha oração. Tu és a minha Rocha; se Tu não me responderes, eu perderei a vontade de viver e morrerei.

2 Ouve as minhas palavras, quando eu levantar para Ti as minhas mãos, quando fizer os meus humildes pedidos no teu santo lugar.

3 Não me castigues junto com os homens perversos, com os pecadores que desobedecem as tuas Leis. Eles são fingidos e falsos; falam de paz quando seu coração está cheio de ódio.

4 Dá a essa gente o castigo que merece! Paga as maldades, que eles vivem fazendo, com um terrível sofrimento; devolve uma por uma as coisas más que eles fizeram.

5 Eles não fazem caso de Deus, nem dão valor às coisas que Ele criou. Por isso o Senhor castigará e destruirá essas pessoas; nunca mais voltarão a ser ricas e poderosas como antes.

6 Glória, glória ao Senhor porque Ele ouviu meus pedidos de ajuda!

7 O Senhor é a minha força, o escudo que me protege de qualquer perigo. Confiei nEle de todo o meu coração e Ele me livrou. Por isso, estou cheio de alegria e louvarei ao Senhor com as minhas canções.

8 O Senhor é a força do seu povo; Ele protege e salva o seu rei escolhido.

9 Ó Senhor, continua a salvar o teu povo! Cobre de bênçãos o povo que pertence a Ti. Cuida deles como um pastor cuida de suas ovelhas; dá ao teu povo força e poder para sempre.

Comentários

Nenhum comentário enviado.