1 Ó SENHOR, OUVE os meus justos pedidos de ajuda! Atende a minha oração porque os meus lábios sempre falaram a verdade, sem enganar ninguém.

2 Revela o teu julgamento sobre mim. O teu julgamento sempre é justo e imparcial.

3 Tu já me puseste à prova. Durante a noite examinas o fundo da minha alma e me purificas até não encontrar culpa; também resolvi não usar os meus lábios para dizer coisas erradas.

4 Usei os teus mandamentos para escapar da companhia e das ações dos homens violentos.

5 Sinto prazer em andar pelos teus caminhos. Andando neles, meus pés não tropeçam.

6 Estou fazendo esta oração, ó Deus, porque sei que Tu me respondes. Ouve com atenção os meus pedidos e dá-me a tua resposta.

7 Mostra-me as maravilhas do teu amor cuidadoso porque Tu és o Salvador de quem Te procura com fé, para escapar dos inimigos.

8 Toma conta de mim com o mesmo cuidado com o qual se protege a menina dos olhos. Protege-me com a sombra das tuas asas.

9 Os meus inimigos me cercam e me atacam, pensando em me destruir.

10 Eles não tem coração, não sentem pena de mim. Todas as suas palavras são cheias de orgulho.

11 Eles me cercam de tal modo que mal posso andar; olham para mim com toda atenção, prontos para me derrubar.

12 Parecem leões, famintos e ansiosos para matarem sua vítima; são como leões novos, escondidos para atacar de surpresa.

13 Levanta-Te Senhor! Enfrenta os meus inimigos cara a cara; destrói essa gente por completo. Com a tua espada, salva a minha alma das mãos do homem mau.

14 Com a tua mão poderosa, liberta-me dos homens que só se preocupam com este mundo. Tudo que eles esperam ganhar de bom são as riquezas deste mundo. Eles têm comida de sobra, muitos filhos e tesouros para deixar como herança para seus filhos e netos.

15 Mas, para mim, o que realmente tem valor é chegar diante de Ti com a certeza de uma vida justa e correta. Assim, quando eu despertar para a outra vida, ficarei feliz ao ver que me tornaste semelhante a Ti mesmo!

Comentários

Nenhum comentário enviado.