Salmos 109

1 Ó SENHOR, DEUS A quem eu sempre canto glórias, não fiques calado!

2 Gente perversa e cheia de traição anda espalhando mentiras contra mim.

3 Estou cercado de gente que me ameaça e me odeia sem qualquer motivo.

4 Sempre procurei demonstrar amor por eles mas enquanto eu orava em seu favor eles tentavam me destruir.

5 Pagaram o bem com o mal, o amor com o ódio.

6 Por isso agora peço: Faze aparecer alguém que espalhe mentiras a respeito desse meu inimigo! Que ele seja julgado por um mau juiz e acusado publicamente!

7 E quando for julgado, que ele seja considerado culpado! E Tu, ó Deus, rejeita a oração desse homem como se fosse pecado!

8 Encurta a vida desse homem e dá o seu lugar a outra pessoa.

9 Traz a desgraça sobre a sua família! Que seus filhos fiquem órfãos e sua esposa viúva,

10 que andem mendigando pelas ruas e sejam expulsos das ruínas de sua casa.

11 Tomara que as riquezas desse homem sejam tiradas pelos credores e os seus bens distribuídos entre os estranhos.

12 Ninguém tenha pena dele, ninguém se interesse em ajudar os seus órfãos.

13 Tomara que sua família desapareça da terra com a morte de seus filhos.

14 Ó Senhor, não Te esqueças de como os pais desse homem foram desobedientes a Ti! Lembra-Te do pecado que a mãe dele cometeu!

15 Lembra-Te sempre desses pecados, ó Senhor, para dares o castigo merecido, a completa destruição desse homem e de sua família.

16 Pois ele nunca pensou em ser bondo­so com outras pessoas; pelo contrário, perseguiu e maltratou os pobres, os fracos e os tristes.

17 Ele sentia prazer em rogar pragas contra outras pessoas; agora, Senhor, lança a tua maldição contra ele! Ele nunca abençoou ninguém; por isso, não dês a ele a tua bênção!

18 Para ele, a maldição era quase como a roupa do corpo; não podia viver sem ela. Por isso, ela atingirá todo o seu ser, como a água que ele bebe e o azeite que ele come.

19 Sim, a maldição será a sua roupa e o seu cinto! Nunca se afastará dele!

20 Este será o castigo que o Senhor dará aos que são da parte de Satanás, que planejam destruir a minha alma.

21 Senhor Deus, ajuda-me e salva-me, para mostrar a todos como Tu és grande e poderoso, e que o teu amor fiel não tem fim!

22 Eu estou numa situação muito ruim; sinto-me fraco e sem esperança; o meu coração está partido em pedaços.

23 Vou desaparecendo aos poucos, como a sombra que some quando o sol vai se pondo. A vida me lançou para o alto, como um homem tira um gafanhoto de seu braço.

24 Estou quase morrendo de tanto jejuar; minhas pernas estão fracas; estou reduzido à pele e ossos.

25 Sou o símbolo da vergonha para todo o povo; quando alguém me vê, sacode a cabeça com desprezo.

26 Ajuda-me, Senhor meu Deus! Salva-me por causa do teu amor cuidadoso e fiel.

27 Assim, todos saberão que fui salvo por Ti, que as tuas mãos me livraram!

28 Que me importa se meus inimigos me amaldiçoarem? Tu me abençoas! Todos os planos que eles fizerem para me destruir falharão! Enquanto isso, viverei tranqüilo e alegre.

29 Fiquem envergonhados os meus inimigos! Que eles sejam envolvidos completamente pela desonra e desgraça.

30 Quanto a mim, sempre darei graças ao Senhor com minhas palavras. No meio do meu povo, cantarei glórias a Deus

31 porque Ele se aproxima do pobre para livrar sua vida das mãos de seus inimigos.

Comentários

Nenhum comentário enviado.