2 Crônicas 5

1 ASSIM O TEMPLO foi, por fim, terminado. Então Salomão trouxe as ofertas que seu pai Davi havia dedicado ao Senhor. Elas foram guardadas em salas especiais no templo.

2 Salomão reuniu em Jerusalém todos os líderes de Israel - os chefes das tribos e famílias - para a cerimônia da mudança da arca que estava na cidade de Davi, também conhecida como Sião, para o seu novo lugar no templo.

3 Esta cerimônia se realizou em outubro, na festa anual dos Tabernáculos.

4 Enquanto os chefes de Israel olhavam, os levitas levantaram a arca

5 e a levaram do tabernáculo, junto com todos os objetos sagrados do tabernáculo que estavam nela.

6 O rei Salomão e as pessoas que estavam ali ofereceram sacrifícios de ovelhas e de bois, diante da arca. Era tão grande o número de animais, que nem se podia contar!

7 Depois os sacerdotes carregaram a arca para a sala interior do templo – o Lugar Mais Santo - e a colocaram debaixo das asas dos anjos.

8 As asas se estendiam sobre a arca e cobriam até os braços de madeira que serviam para carregá-la.

9 Esses braços eram tão compridos, que as suas pontas eram vistas desde a sala exterior, mas quem estava do lado de fora do templo não podia ver. A arca ainda se achava lá na ocasião em que estas palavras foram escritas.

10 Nada havia dentro da arca, a não ser as duas tábuas de pedra que Moisés havia colocado ali, no monte Horebe, quando o Senhor fez um trato com o povo de Israel, na ocasião em que o povo saía do Egito.

11 Quando os sacerdotes haviam realizado todos os atos de purificação deles mesmos, todos eles tomaram parte nas cerimônias, sem levar em conta as obrigações pessoais de cada um.

12 E como os levitas davam louvores ao Senhor quando os sacerdotes saíram do Lugar Mais Santo! Os cantores eram Asafe, Hemã, Jedutum e todos os filhos e irmãos deles, vestidos com roupas de linho da melhor qualidade, e todos em pé ao lado leste do altar. O coro era acompanhado por 120 sacerdotes que tocavam trombetas, enquanto outros tocavam os címbalos, as liras e as harpas.

13 A banda e o coro se uniram como se fossem um só para louvar e dar graças ao Senhor. Os hinos cantados eram intercalados com toques de trombetas, de címbalos e o som forte de outros instrumentos de música - todos louvando e dando graças ao Senhor. A letra do hino que eles cantavam e tocavam dizia assim: "Ele é bom! E Sua grande bondade dura para sempre! "

14 Naquele momento a glória do Senhor, descendo como uma nuvem brilhante, encheu o templo, de modo que os sacerdotes não puderam continuar o seu trabalho.

Comentários

Nenhum comentário enviado.

Facebook Twitter Google

Capítulos