2 Crônicas 29

1 EZEQUIAS ESTAVA COM vinte e cinco anos de idade quando se tornou rei de Judá, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. Sua mãe se chamava Abia, e era filha de Zacarias.

2 O reinado dele foi bom na opinião do Senhor, assim como tinha sido bom o reinado de seu pai Davi.

3 Logo no primeiro mês do primeiro ano de seu reinado; Ezequias abriu de novo as portas do templo e as consertou.

4 Mandou chamar os sacerdotes e levitas para se encontrarem com ele na praça do lado leste do templo,

5 e disse a eles o seguinte: "Ouçam-me, vocês levitas! Santifiquem a si mesmos e santifiquem o templo do Senhor, Deus de seus pais - limpem muito bem o lugar santo.

6 Porque nossos pais cometeram um grande pecado perante o Senhor nosso Deus; eles abandonaram o Senhor e Seu templo, e lhe voltaram as costas.

7 As portas de entrada ficaram fechadas, a chama que nunca devia apagar-se se apagou, e nem foram oferecidos incenso e sacrifícios queimados.

8 Portanto a ira do Senhor veio sobre Judá e Jerusalém. Ele fez que nos tornássemos objeto de horror, de espanto e de desprezo, como vocês nos vêem hoje.

9 Nossos pais foram mortos na guerra, e nossos filhos, filhas, e esposas estão vivendo como escravos por causa disto.

10 "Mas agora quero fazer um trato com o Senhor, Deus de Israel, de modo que se desvie de nós a grande ira divina”.

11 “Meus filhos, não se esqueçam mais de seus deveres, porque o Senhor escolheu vocês para servirem a Ele e queimarem incenso. "

12 Então os levitas entraram em ação: Da família de Coate, Maate ( filho de Amasai ) e Joel ( filho de Azarias ); Da família de Merari, Quis ( filho de Abadi ) e Azarias ( filho de Jealelel ); Da família de Gérson, Joá ( filho de Zima ) e Éden ( filho de Joá );

13 Da família de Elisafã, Sinri e Jeuel; Da família de Asafe, Zacarias e Matanias;

14 Da família de Hemã, Jeuel e Simei; Da família de Jedutum, Semaías e Uziel.

15 Eles, por sua vez, reuniram seus companheiros levitas e santificaram a si mesmos, e começaram a purificar o templo, conforme lhes havia mandado o rei, que falava em nome do Senhor.

16 Os sacerdotes limparam a sala interior do templo, e trouxeram para fora, ao pátio, toda a sujeira que encontraram lá dentro. Os levitas carregaram todo o lixo para o córrego Cedrom.

17 Esta santificação começou no primeiro dia de abril, e no oitavo dia eles haviam chegado ao pátio exterior. Demoraram oito dias para limpar completamente esse pátio, de modo que todo o trabalho ficou pronto em dezesseis dias.

18 Então voltaram ao palácio e disseram ao rei Ezequias: "Já terminamos a purificação do templo, do altar de ofertas queimadas e de tudo o que faz parte dele, e também da mesa do Pão da Presença, com todos os seus objetos”.

19 Mais ainda: “recuperamos e santificamos todos os objetos que o rei Acaz jogou fora, quando ele fechou o templo. Eles estão ao lado do altar do Senhor".

20 Bem cedo, na manhã seguinte, o rei Ezequias foi ao templo na companhia das autoridades da cidade.

21 Levou sete novilhos, sete carneiros, sete cordeiros e sete bodes, como oferta pelo pecado, oferta feita em favor da nação e em favor do templo. Deu ordens aos sacerdotes, os filhos de Arão, para sacrificarem os animais sobre o altar do Senhor.

22 Mataram depois os novilhos, e os sacerdotes, pegaram o sangue e espalharam sobre o altar. Mataram os carneiros e espalharam o sangue sobre o altar, e fizeram a mesma coisa com os cordeiros.

23 Os bodes para oferta pelo pecado foram então trazidos perante o rei e a assembléia, que colocaram as mãos sobre eles.

24 Depois os sacerdotes mataram os bodes e fizeram oferta pelo pecado com o sangue dos animais sobre o altar, para expiação de todo o Israel; conforme o rei havia mandado - pois o rei havia dito que a oferta queimada e a oferta pelo pecado deviam ser feitas em favor de toda a nação;

25 Com os levitas do templo ele formou um conjunto de orquestra com címbalos, harpas e liras. Isto estava de acordo com as instruções de Davi e dos profetas Gade e Natã - que haviam recebido essas instruções do Senhor.

26 Os sacerdotes formavam um conjunto de trombetas.

27 Então Ezequias deu ordens para que o sacrifício queimado fosse oferecido sobre o altar, e quando começou o sacrifício, os instrumentos de música começaram a tocar os hinos do Senhor, acompanhados, pelas trombetas.

28 Durante toda a cerimônia dos sacrifícios queimados, todos adoravam ao Senhor, quando os cantores cantavam e as trombetas tocavam.

29 Depois disso o rei e seus principais ajudantes se curvaram perante o Senhor, em atitude de adoração.

30 Então o rei Ezequias deu ordens aos levitas para cantarem perante o Senhor alguns dos hinos de Davi e do profeta Asafe. Eles cantaram com alegria; abaixaram as cabeças e adoraram.

31 "A cerimônia de consagração já terminou", disse Ezequias. "Agora tragam seus sacrifícios e ofertas de ações de graça". Então o povo de todas as partes do país trouxe seus sacrifícios e ofertas de ações de graça, e os que quisessem, traziam ofertas queimadas também,

32 No total, havia setenta novilhos para ofertas queimadas, cem carneiros e duzentos cordeiros.

33 Além disso, foram trazidos seiscentos bois e três mil ovelhas como ofertas sagradas.

34 Visto como eram muito poucos os sacerdotes para preparar as ofertas queimadas, então os seus irmãos levitas os ajudaram até que o trabalho estivesse terminado - e até que houvesse mais sacerdotes que se santificassem para o trabalho, porque os levitas estavam muito mais dispostos a santificar-se do que os sacerdotes.

35 Havia grande quantidade de ofertas queimadas, a oferta comum de bebida com cada oferta queimada, e a gordura das ofertas pacíficas. Desse modo se restaurou o templo para o culto e os sacrifícios foram oferecidos novamente.

36 Ezequias e todo o povo estavam muito felizes por causa daquilo que Deus tinha feito tão depressa para eles.

Comentários

Nenhum comentário enviado.

Facebook Twitter Google

Capítulos