1 Salmo de Davi. Em memória. Ó SENHOR Deus, não me corrijas quando estiveres irado! Não me castigues no teu furor.

2 As tuas flechas de dor me atingiram; eu senti o peso do castigo da tua mão.

3 Por causa da tua ira, estou muito doente. O meu corpo todo está enfermo por causa das minhas maldades.

4 Estou me afogando nos meus pecados; eles são uma carga pesada demais para mim.

5 Por causa da minha falta de juízo, tenho feridas que cheiram mal e apodrecem.

6 Estou muito abatido e encurvado e choro o dia todo.

7 Estou muito doente, queimando de febre.

8 Sinto-me profundamente abatido e desanimado; o meu coração está aflito, e eu fico gemendo de dor.

9 Ó Senhor, tu sabes o que eu desejo, pois ouves todos os meus gemidos.

10 O meu coração bate depressa, estou fraco, e os meus olhos perderam o brilho.

11 Por causa das minhas feridas, os meus amigos não chegam perto de mim, e até a minha família se afasta.

12 Os que me querem matar armam armadilhas para me pegar; os que me querem ferir ameaçam me desgraçar e não param de fazer planos contra mim.

13 Porém eu finjo que sou surdo e não ouço; eu me faço de mudo e não falo;

14 sou como alguém que não responde porque não pode ouvir.

15 Apesar disso, eu ponho a minha esperança em ti, ó SENHOR; tu, Senhor meu Deus, me responderás.

16 Não deixes que os meus inimigos se alegrem com a minha desgraça; não deixes que fiquem contentes com o meu fracasso.

17 Pois estou quase caindo, e o meu sofrimento não acaba mais.

18 Eu confesso as minhas maldades e os meus pecados, pois me deixam muito aflito.

19 No entanto, os meus inimigos estão fortes e com saúde, e há muita gente que me odeia sem motivo.

20 Aqueles que pagam o bem com o mal estão contra mim porque procuro fazer o bem.

21 Ó SENHOR Deus, não me abandones! Não te afastes de mim, meu Deus!

22 Ajuda-me agora, ó Senhor, meu Salvador!

Comentários

Nenhum comentário enviado.