Experiências Pessoais com Deus

O casamento é, sem dúvida, uma grande prova para o servo. Especialmente na época que antecede o casamento, pois são muitas as preocupações, muitas despesas, muitas dificuldades. Dentre as diversas provas passadas neste período, a mais árdua - sem dúvida - foi acerca da compra do imóvel para morarmos.

Nossa dependência estava inteiramente no Senhor, pois nossos recursos financeiros eram muito limitados; não podíamos contar com auxílio de nossos pais nem dos demais parentes.

Sempre que havia oportunidade, pedíamos oração ao ungido responsável pela igreja (hoje pastor). Numa destas oportunidades, já com um imóvel que havíamos gostado muito, e que estava dentro do nosso orçamento. Na consulta à palavra, a resposta foi uma bênção. Houve sinais confirmando que aquilo era do Senhor. Ficamos muito felizes. Havíamos ouvido a voz do Senhor.

No dia seguinte, fui ligar para o corretor. Ele também ficou muito feliz com a nossa decisão em comprar o imóvel, e disse que iria ligar imediatamente para o proprietário, para então em seguida nos retornar a ligação. Estava tudo certo. Bastava aguardar a ligação do corretor.

Porém, quando ele ligou, uma notícia inimaginável. O imóvel já tinha sido vendido para outra pessoa. Foi um choque para nós. Afinal, o Senhor havia dito que tinha uma bênção para nós. Não murmuramos, mas ficamos abalados. Deixamos de procurar imóveis por algum tempo.

Minha esposa, ainda triste, pediu novamente ao ungido Paulo que orasse por nós. O Senhor a confortou, dizendo que tinha algo “melhor e maior” para nós. Aguardamos nestas palavras. Após algum tempo, achamos outro imóvel, bem maior, com uma localização muito melhor ao primeiro. Mas tinha um problema: era bem mais caro que o primeiro, muito além da nossa capacidade.

Oramos, consultamos, e o Senhor aprovou. Entramos em contato com a proprietária para fechar o negócio. Agora só bastava conseguir a carta de crédito no Banco. Tudo correu bem, exceto pelo fato de o Banco ter avaliado o imóvel em R$ 10.000,00 a menos do que a proprietária queria. Não tínhamos este dinheiro, mas o Senhor abriu as portas. Consegui um trabalho complementar e, em pouco tempo conseguimos juntar o dinheiro necessário.

Nesta prova a nossa fé foi testada. Aprendemos a confiar no Senhor. Aprendemos que Ele tem sempre o melhor para nós.

Facebook Twitter Google
experiência enviada 3 anos, 9 meses atrás por
Rafael Martins

Membro da Igreja Cristã Maranata na TIJUCA, RJ