Seja um COLABORADOR! Você pode ajudar a tornar este projeto ainda melhor! Saiba mais...

3300 - DAS PROFUNDEZAS A TI CLAMO, Ó SENHOR (Am)
Facebook Twitter Google

Ritmo: Balada

G          F#m         Am          D
|Das profun|dezas a ti |clamo, ó Se|nhor,
  G        F#            Am    
Se|nhor, es|cuta a minha |voz; 
B                       Em
|Sejam os teus ouvidos a|tentos
  A               Am    D
À |voz das minhas |súpli|cas;

G         F#
|Se tu, Se|nhor,
       Am            D
Observa|res as iniqui|dades,
G        G7            C    E
|Senhor, |quem subsisti|rá?
Am      D       Bm       E
|Mas con|tigo es|tá o per|dão
Am    D    Bm       E
|Para |que |sejas te|mido,
 Am          D
A|guardo o Se|nhor,
    C            G        D
A mi|nha alma o a|guarda.

    G        F#     Am      D
E es|pero na |sua pa|lavra,
    G          F#           Am
A mi|nh'alma an|seia pelo Se|nhor
        B
Mais do |que os guardas
        Em
Pelo rom|per da manhã,
        A
Sim, do |que aqueles
      Am            D
Que es|peram pela ma|nhã.

  G          F#        Am     D
Es|pera, Isra|el, no Se|nhor,
            G                 G7  C    E
Porque no Se|nhor    há miseri|cór|dia
  Am           D      Bm    E
E |nele há abun|dante |reden|ção,
  Am       D    Bm     E
E |ele remi|rá  |a Isra|el
   Am        D           C     G
De |todas as |suas iniqui|da - |des.

Carregando...